Importância do jogo na infância

Contribuições e benefícios dos jogos para as crianças

Guiainfantil.com 23 de novembro de 2016

O jogo é uma atividade, além de prazerosa, necessária para o desenvolvimento cognitivo (intelectual) e afetivo (emocional) da criança. O jogo espontâneo e livre favorece a criatividade da criança e promove a sua maturação. As crianças têm poucas oportunidades para jogar livremente. Às vezes, consideramos que “jogar por jogar” é uma perda de tempo e que seria mais rentável aproveitar todas as ocasiões para aprender algo de útil.

Não obstante, por meio do jogo, as crianças começam a entender como as coisas funcionam, o que pode ou não ser feito com elas, descobrem que existem regras de causalidade, de probabilidade e de conduta que devem ser aceites se querem que os outros brincarem com eles. Os jogos das crianças deveriam ser consideradas suas ações mais sérios, como dizia Montaigne.

O jogo e a realidade: o valor do jogo simbólico (jogo de ficção)

Crianças brincam com construções

O jogo espontâneo está cheio de significado porque surge com motivo de processos internos que, embora nós não entendamos devemos respeitar. Se você quer conhecer os meninos-o seu mundo consciente e o inconsciente – é necessário compreender os seus jogos; observando estes descobrimos suas aquisições evolutivas, suas preocupações, seus medos, as suas necessidades e desejos que não podem expressar em palavras e que encontram uma saída através do jogo.

Os tipos de jogos para as crianças mostram a sua evolução:

– Na fase de aquisição das capacidades temporo-motoras, recomenda – jogos funcionais, jogos de ação, de sensações e movimentos.
– Nas primeiras etapas do pensamento da criança, em que começa a pensar em realizar operações concretas, são recomendados os jogos de ficção, de poesia ou de representação.

– No estágio do pensamento formal e a concentração, os melhores são jogos reglados e estruturados, de desporto, para competição. Além disso, o jogo simbólico ou de ficçãoé o mais apreciado; obrigado a se adaptar a um mundo social adulto e uma realidade física que ainda não compreende, a criança precisa de definir o seu próprio mundo a partir daquilo que vive, mas traduzindo para uma linguagem simbólica, pessoal, com o que adaptar o mundo exterior às suas necessidades. Por meio do jogo de ficção a criança aprende pouco a pouco, esse mundo externo, o faz e adapta-se a ele em um processo contínuo de maturação.

Jogo e desenvolvimento intelectual da criança

As crianças começam a usar símbolos a partir do segundo ano de vida (por exemplo, ao apontar um cachorro dizendo “uau”, ou para o fazer, como se precisou tomar uma xícara), repetindo atuações que já vi em adultos, representando eventos que viveram ou imitando o funcionamento de certos objetos. Nesse imitar da criança ocorre a assimilação das situações e relações que observa o mundo que o rodeia. Parte de modelos concretos para, posteriormente, chegar à concentração.

A função simbólica é uma meta para a representação comum ao jogo e de outras atividades humanas, como a linguagem. Quando falha a aquisição e utilização da função simbólica (afasia, autismo, deficiência mental…) percebe-se a importância da mesma na maturação pessoal e a necessidade de potenciar a infância, a prática do jogo espontâneo para que possam ser alcançados os níveis adequados em cada etapa evolutiva.

Jogo e personalidade da criança

Às vezes, certas dificuldades, que talvez parecem insuperáveis para a criança, podem tornar-se em frente por meio dos jogos, sempre que se abordem a seu modo e posando de cada um dos aspectos do problema.

Bebês brincam no relvado

Inveja por que o nascimento de um novo irmão, por exemplo, é um tipo comum de conflito, que costuma aparecer mascarado em jogos como reação a processos internos que a mesma criança desconhece, mas que irão ajudá-lo a aceitar essa realidade, ao representar o problema de uma maneira nova e agradável para ele, como quando trata de seu boneco do mesmo modo que ele quer ser tratado, ou quando reage em seu jogo como gostaria de tê-lo feito na realidade. O jogo é uma adaptação entre o imaginável (tudo é possível) e permitido (regras de conduta), em que o menino tem tempo de aprender o que é viável e adequado, enquanto permite uma saída airosa para os seus impulsos.

O jogo infantil é uma atividade imprescindível

– O jogo é necessário para o desenvolvimento intelectual, emocional e social.
– Permite três funções básicas da maturação psíquica: a assimilação, a compreensão e a adaptação à realidade externa.
– Envolva a criança o tempo e os meios favoráveis para que o possa fazer a seu modo.
– Favorece as aquisições sociais precoces, as habilidades de comunicação social. É uma preparação para a vida adulta.
– Como conduta exploratória, impulsiona a criação de campos de acção e a criatividade.
– Tem um sentido para a criança. Quando se interrompe qualquer jogo, é privá-lo do resultado de um argumento criado por ele mesmo com uma finalidade que nem sempre conseguimos compreender.

Informação elaborada pelo Ministério de Educação e Cultura Espanhol

O brinquedo na aprendizagem na escola

Promovido

O número de bebês e crianças que têm uma alergia tem crescido nos últimos anos.

  1. Capa
  2. Educação
  3. Brinquedos
  4. Importância do jogo na infância

Relacionados

JogosEducaçãoSanduíches e lanchesBebêsJogosJuegosjugar com crianças brinquedos para crianças escolher escola, pai, mãe, educação, jogo, concentração, capacidade, destreza habilidade benefícios

22 Comentários

×

Responsável ” Polegar Meios S. L. N. E

Objectivo ” Gerir os comentários ou Registro na web

Legitimação ” Consentimento do titular dos dados

Direitos ” Tem o direito de aceder, rectificar e cancelar os dados, bem como outros direitos, como se explica a informações adicionais

Informações adicionais “, você Pode consultar a informação adicional e mais detalhada sobre a Protecção de Dados Pessoais na Política de Privacidade e Aviso Legal https://www.guiainfantil.com

Veja mais

O mais visitado

BebêsAlimentaçãoLazerSaúde

Boletim informativo Semanal GuiaInfantil.com

Receba nossas novidades em seu e-mail

×

Responsável ” Polegar Meios S. L. N. E

Objectivo ” Gerir os comentários ou Registro na web

Legitimação ” Consentimento do titular dos dados

Direitos ” Tem o direito de aceder, rectificar e cancelar os dados, bem como outros direitos, como se explica a informações adicionais

Informações adicionais “, você Pode consultar a informação adicional e mais detalhada sobre a Protecção de Dados Pessoais na Política de Privacidade e Aviso Legal https://www.guiainfantil.com

Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, elaborar informação estatística e para a veiculação de publicidade personalizada. Se você continuar a navegar ou fechar a mensagem, entendemos que você está aceitando. Você pode alterar as configurações na nossa Política de Cookies

GuiaInfantil.com é o site líder em audiência na categoria ” Família e Estilo de Vida, com 14 milhões de visitantes por mês.

Polegar Meios S.L. © 2000-2018. Todos os direitos reservados.

Made with by 360audience

Leave a Reply